terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Richard Wagner - Divulgação

Divulgo mais um artigo de reflexão wagneriana, publicado na Revista de la Universidade de México...

«Repetición  o mediación - Memoria e historiografía en Richard Wagner», por Demetrio Zavala Scherer

http://www.revistadelauniversidad.unam.mx/1004/pdfs/80-89.pdf

sábado, 28 de dezembro de 2013

BOAS FESTAS com Richard Wagner

Wagner apresentou O Idílio de Siegfried como presente de aniversário  a Cosima, sua mulher. Foi tocado na manhã de NAtal de 1870 na villa de Wagner, em Tribschen, por um conjunto de 13 executantes. Produziu-se um belo cartão de festas, que aqui divulgo.
Boas Festas com Richard Wagner!!!

A  indicação completa pode ler-se no wall de Wagner Opera em: https://www.facebook.com/WagneroperaNET


Richard Wagner na publicidade

Um pequeno documentário sobre Richard Wagner

Inspirações a propósito de O Navio Fantasma, de Richard Wagner...


Tendo a inolvidável ópera de Richard Wagner como inspiração, José Pacheco Pereira escrevia assim no jornal Público, em julho de 2013...

«O Navio-Fantasma
O debate de ontem ocorreu pouco mais de 48h depois da intervenção do Presidente, que
mudou tudo, mas os fantasmas continuaram como se nada mudasse
Tenho usado nestes últimos dias a história do navio Holandês Voador, para falar do
nosso governo "irrevogável". O Holandês Voador é o navio-fantasma que vagueia de
porto em porto sem nunca poder descansar em nenhum, sem bússola que aponte o norte,
povoado por um capitão e por marinheiros-fantasmas, amaldiçoados por um qualquer
acto de blasfémia, e cujas velas se enfunam no sentido contrário dos ventos. É uma
velha lenda de países que tinham navios e marinheiros, que sabiam bem como o mar é
imponente, perigoso, aterrador, misterioso, e que faz parte daquele património
simbólico que, na nossa história ocidental, retrata a maldição....»

Segue o artigo na íntegra...

http://www.clubedejornalistas.pt/wp-content/uploads/2013/07/onaviofantasmacj.pdf

Richard Wagner - O Navio Fantasma - dossiê pedagógico

Eis um excelente dossiê pedagógico para o esudo de «O Navio Fantasma»... divulgado pela Academia de Aix- Marselha.



http://www.ac-aix-marseille.fr/pedagogie/upload/docs/application/pdf/2013-01/le-vaisseau-fantome_richard-wagner_plantevin.pdf

domingo, 22 de dezembro de 2013

Richard Wagner e a Idade Média


                                     Recriações das Sagas dos Nibelungos

Eis um interessantíssimo artigo sobre as fontes medievais de Richard Wagner e as suas influências na composição do RING...

Medieval Romance and Wagner’s
Musical Narrative in the Ring
J. P. E. HARPER-SCOTT

http://www.jpehs.co.uk/wp-content/uploads/2010/12/harper-scott202009.pdf


segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Os fãs de Richard Wagner

Richard Wagner: hate him, loathe him and… admire him

June 23, 2013
The Wagnerian universe revolves around a body of music that is painfully beautiful, moving us to the very core of our being, offering us magical and unique effects similar to those of psychedelic drugs.



Arthur Rackham, O Anel do Nibelungo, ilustração

Richard Wagner: hate him, loathe him and… admire him
( Revista PRISMA - Multicultural newspaper)

sábado, 14 de dezembro de 2013

Geografias e genealogias Wagnerianas

Depois de uma pequena ausência ( o trabalho não perdoa), eis-me de regresso, e com duas curiosisdades wagnerianas. Ei-las: pistas «nibelunguianas» e uma ineressante árvore de genealogias...



sábado, 26 de outubro de 2013

Wagner e as mulheres...


Eis um interessante artigo...

«Pour terminer cette année 2013, durant laquelle on a célébré le bicentenaire de la naissance du « mage de Bayreuth », je vous propose cette chronique sur Wagner et les femmes. Depuis longtemps, on considère qu’il y a un « cas Wagner », et ceci sous plusieurs angles (et encore de nos jours)...»

Segue o link...

http://www.refletsdutemps.fr/index.php/thematiques/culture/musique/item/wagner-et-les-femmes


domingo, 22 de setembro de 2013

A Ilusão da ascensão social em BLUE JASMINE ( 2013), de Woody Allen



Fui ver Blue Jasmine. Numa nota rápida, um filme duro sobre a grande ilusão da ascensão social e, claro, sobre a culpa  daqueles que transgridem uma determinada ordem moral. Atualizando a anti-heroína Blanche, de A Streetcar named Desire ( Tenessee Williams), W. Allen mostra que é exímio no storytelling, como sempre. Lembro-me, é claro, de Vigaristas de Bairro, filme em que o tema da ascensão social já aparecia, mas, citando o crítico da Vanity Fair, é bom ver Woddy Allen sair do seu bairro dourado de «eleitos» em Nova Iorque e estilhaçar a loiça toda com esta socialite que dá pelo nome de Jasmine (née Jeanette), interpretada de forma brilhante por Cate Blanchett. Com Jasmine, Allen regressa à tragédia de forma magistral. O filme é o final de uma história que, depois, nos é dada em flashback. Numa sociedade em que a ascensão não se constrói sobre a inocência, Jasmine saiu do nada e atingiu o topo. Perguntamo-nos até que ponto chegou o pacto que Jasmine fez com o diabo da fama e da riqueza. Completamente aristotélico, Allen dá-nos chaves para irmos percebendo a culpa trágica de Jasmine: aparentemente Jasmine não quer saber da ética e da moral para nada, mas também parece ignorar deliberadamente os «negócios» do marido para viver no seu planeta dourado em Nova Iorque. Perguntamo-nos: mas ela sabe ou não sabe das corrupções, das negociatas, das manobras mafiosas, dos jogos sujos?... Sabe, é o que Allen nos vai dizendo. Primeiro, porque arrastou a irmã e o cunhado (que queriam investir honestamente o dinheiro  numa empresa) para a estratosfera dos negócios de risco do marido, e Jasmine é a instigadora do processo. Depois porque, traída pelas várias amantes de Hal (que ela teima em ignorar), Jasmine só reclama vingança quando a coisa da vergonha se torna pública. O divórcio não a satisfaz, a  vigança materializa-se num telefonema para o FBI que leva rapidamente Hal à prisão e à morte. Jasmine sabe muito bem para quem devia telefonar para se vingar de Hal. Jasmine sabe das fraudes, sabe dos crimes, logo, foi cúmplice de tudo e, portanto, foi parcialmente culpada. Arrastada para a desgraça da falência até à loucura, nada a pode redimir. O encontro com o diplomata adia-lhe uma vez mais as ilusões de poder, mas a aparição operática do ex-cunhado fornece a estocada final para um desenlace brutal.
É interessante ver Allen aflorar a demência da cultura e sociedade atuais, desde a composição do retrato do gangster da banca e dos  «negócios» tóxicos ( Hal Francis interpretado por um Alec Baldwin perfeito para o papel) ao mundo horribilis da ambição e futilidade de um pretendente (Peter Sarsgaard no papel de Dwight Westlake) ao universo dos trepadores das modernas magistraturas políticas ( lideres partidários, diplomatas, políticos em ascensão e outros animais afins...). No fim, não resta nada, o real que fica é a loucura e a demência de Jasmine... um murro. Soberbo.
Fico à espera do próximo filme de Allen...

Fica o link para o artigo de crítica na Vanity Fair...http://www.vanityfair.com/online/daily/2013/07/movie-review-blue-jasmine-woody-allen

domingo, 15 de setembro de 2013

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Wagner 2013: celebrações na Catalunha

Na Catalunha são verdadeiros apreciadores de Richard Wagner. Eu direi que são wagnerianos furiosos, do melhor que há.
Veja-se um site de celebrações wagnerianas na Catalunha.

http://www.bicentenariwagner.cat/exposicions-1/wagner-i-arts/

Isolde de Fernand Khnopff

0119-c
Isolde, ca. 1905.
Dibuix/paper, 49 x 35 cm.
Galeria Patrick Derom, Brussel·le

O Ciclo Wagneriano de Mariano Fortuny na pintura


Um belíssimo Siegfried e as Filhas do Reno, de Mariano Fortuny.

O ciclo Wagneriano de Mariano Fortuny

Já aqui mostrei algumas pinturas do catalão Mariano Fortuny. Eis mais uma das obras do seu Ciclo Wagneriano, aqui as flores de Klingsor, de Parsifal.

Temas Wagnerianos na pintura: Tristão e Isolda, de Salvador Dali


Richard Wagner e a música de cinema

Divulgo mais um artigo do The Wagnerian. Wagner e a sua relação com a música de filmes... neste caso, o autor do blog divulga um interessante vídeo com uma conferênia sobre o assunto.

Video Lecture: How Richard Wagner Influnced Film Music

http://www.the-wagnerian.com/2013/05/video-lecture-how-richard-wagner.html

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Richard Wagner: O Homem e a Música

Mais um interessante artigo, desta vez do Chicago Tribune.

Richard Wagner: Separating the man from the music

http://articles.chicagotribune.com/2012-11-29/entertainment/ct-mov-1130-chicago-closeup-20121130_1_richard-wagner-19th-century-german-composer-music-lovers


sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Richard Wagner na Pintura: o caso Mariano Fortuny

Mariano Fortuny (1838-1874) foi um genial pintor catalão fascinado por Richard Wagner. Viveu em Veneza e este ano a homenagem veneziana não podia falhar. A exposição fica aqui documentada:

http://artdaily.com/news/59417/Fortuny-and-Wagner-Wagnerism-in-the-visual-arts-in-Italy-opens-at-Palazzo-Fortuny-in-Venice#.UipSSX969I8
 http://fortuny.visitmuve.it/en/mostre-en/archivio-mostre-en/winter-at-palazzo-fortuny-fortuny-and-wagner-%E2%80%98wagnerism%E2%80%99-in-the-visual-arts-in-italy/2012/08/5165/project-3/


Wagner 2013

Mais imagens dispersas das celebrações wagnerianas um pouco por todo o mundo...

Wagner 2013

Imagens das celebrações wagnerianas em Dresden e Leipzig...

Celebrações wagnerianas 2013

Celebrações wagnerianas na bela cidade de Weimar. Um poster marcante... e, se quiserem, vão ao link:
http://www.weimar.de/tourismus/kultur-freizeit/hoehepunkte/kunstfest-weimar/programm-kunstfest/


Richard Wagner: Lohengrin




O tenor irlandês Joseph O'Mara  no papel de Lohengrin. Foto de 1894-5

DeMille: Os Dez Mandamentos (1956)

Charlton Heston no set de Os Dez Mandamentos (1956), de Cecil B. DeMille,  fotografado por Yul Brynner.


quinta-feira, 5 de setembro de 2013

DeMille: Gloria Swanson em Male and Female (1919)

Uma das grandes beldades cinematográficas dos anos 20 foi lançada por Cecil B. DeMille. Eis a impressionante Gloria Swanson em Male and Female (1919)

DeMille: John Wayne e Paulette Godard em Reap the Wild Wind

Dois monstros das «imagens sagradas» do cinema: John Wayne e Paulette Godard em Reap the Wild Wind (1942), de Cecil B. DeMille. Glamour e mais glamour...

Cecil B.DeMille: um plano de Cleópatra

Não há dúvidas que Cleópatra (1934) de Cecil B. DeMille é um dos mais belos filmes da História do Cinema. Partilho um plano, inolvidável, da grande Claudette Colbert, que DeMille captou como ninguém.

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Sopranos Wagnerianos: Régine Crespin

Richard Wagner: Rienzi /Kohler-Brenneis-Altmeyer-Linos /


É uma «histórica» e a transmissão não é das melhores. Mas vale a pena...

Cinema Francês: Detective (185), de Jean-Luc Godard.


A banda sonora é soberba. Um desfile de temas conhecidos...
Uma banda sonora que é uma experiência ( há excertos wagnerianos...) Adoro.
Vejam o filme, e leiam o artigo sobre o mesmo. Reparem no excerto:

  « Formal experimentation in Détective extends to the structure of the film itself. An obvious example can be noted in the way the credits don’t appear at the start or the end of the film but are, instead, interspersed throughout, contributing to the overall sense of disjunction and dislocation. But what is most striking about Détective are the experiments with the soundtrack. Détective is Godard’s first stereo film, and, with his collaborators, he takes the opportunity to play around with the music of Schubert, Wagner, Chopin, Liszt, Honegger, Chabrier, Ornette Coleman, and Jean Schwarz in surprising ways. There are times when the music functions emotionally, melodically, as it would in a genre film. But there are other times when the music is in the foreground, dominating the image, and creating a timbre and texture all of its own.»

Imperdível, hem?
http://sensesofcinema.com/2002/cteq/detective/

terça-feira, 3 de setembro de 2013

Wagner na Pintura: Hermann Hendrich

O trabalho de Hermann Hendrich tem alguma divulgação no link seguinte. Vejam:
http://polarbearstale.blogspot.pt/2011/10/hermann-hendrich-1854-1931.html

Entretanto, eis outra versão do pintor sobre a mais célebre cavalgada de todos os tempos: A Cavalgada das Valquírias.


Wagner na Pintura: Hermann Hendrich


Mais duas belíssimas imagens do imaginário do pintor Hermann Hendrich: O jardim de Freya e O Ouro do Reno, de cerca de 1906

Wagner na Pintura: Hermann Hendrich (1854-1931)


                                   Hermann Hendrich, Cavalgada das Valquírias, 1906

Sobre Hermann Hendrich (1854-1931) , um pintor que se converteu às imagens wagnerianas depois de assistir a uma ópera do mestre, ver:
 http://en.wikipedia.org/wiki/Hermann_Hendrich


segunda-feira, 2 de setembro de 2013

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Syberberg - Ludwig Requiem für einen jungfraeulichen Koenig 1972 - excerpts


 Eis o belo poster do filme de Syberberg...
Um excerto do filme de Syberberg: Ludwig   Requiem fuer einen jungfraeulichen Koenig 1972/Ludwig - Requiem para um Rei Virgem (1972)
Eis a ficha completa do filme em: http://www.imdb.com/title/tt0068884/

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Richard Wagner na Animação: What´s Opera, Doc?


Imperdível... Uma produção espantosa, vejam o artigo na Wikipedia:
«What's Opera, Doc? is a 1957 American animated cartoon short in the Merrie Melodies series, directed by Chuck Jones for Warner Bros. Cartoons.The Michael Maltese story features Elmer Fudd chasing Bugs Bunny through a parody of 19th-century classical composer Richard Wagner's operas, particularly Der Ring des Nibelungen (The Ring of the Nibelung), Der Fliegende Hollander, and Tannhäuser. It is sometimes characterized as a condensed version of Wagner's Ring Cycle, and its music borrows heavily from the second opera Die Walküre.

Divirtam-se!!!

Richard Wagner - Can We Separate the Man from His Music?

 Partilho. Diz-se no artigo:
«We've asked several Wagner scholars, conductors and critics about how they approach these issues. Here are their responses.»
Vamos então ver...

Wagner Explainer: Can We Separate the Man from His Music?

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Wagner no Cinema: Magic Fire (1955), de William Dieterle


  
Eis quatro belos cartazes para o filme Magic Fire....

Eis parte do cast:
Peter Cushing ... Otto Wesendonck 
Frederick Valk ... Minister von Moll
Gerhard Riedmann ... King Ludwig II 
Erik Schumann ... Hans von Bülow

Diz-nos o artigo da Wikipedia: 


«Directed by William Dieterle, the film made extensive use of Wagner's actual music, which was arranged by Erich Wolfgang Korngold. Dieterle worked with Korngold on several Warner Bros. films, including A Midsummer Night's Dream and Juarez. It was one of the final films Republic made in the two-strip color process known as Trucolor.
Although many details about Wagner's life were accurately portrayed, the film often distorted some facts, apparently for dramatic purposes. One high point was the accurate depiction of the riot at the Paris Opera House for the premiere of the revised version of Tannhäuser. The film depicted King Ludwig II's patronage of Wagner, without going into much detail about the king's controversial personality.
The film used a very large cast, opulent sets, and lavish costumes. Since Republic was known primarily for westerns and adventure serials, Magic Fire was one of the rare "prestige" films to be produced by studio chief Herbert Yates. Nevertheless, critical response was mixed and box office receipts in the U.S. were disappointing.»

 http://en.wikipedia.org/wiki/Magic_Fire

Wagner no cinema


Gravação rara com Korngold ao piano a interpretar temas de O Navio Fantasma. A obra fazia parte da banda sonora de «Magic Fire», realizado em 1955, um filme de William Dieterle sobre a biografia de Richard Wagner...
Korngold apareceu no filme. Este pequeno vídeo apresenta algumas fotos do filme...



Lugares de Wagner: Veneza


                                                                   O palácio em Veneza
                                                             O clã Wagner em 1881

Não podia deixar de partilhar o artigo da Wikipedia sobre o  Ca' Vendramin Calergi, a residência veneziana de Richard Wagner, e um lugar de Wagner por excelência. Eis o link:
 

http://en.wikipedia.org/wiki/Ca%27_Vendramin_Calergi

domingo, 25 de agosto de 2013

Cinema Português - Camões [1946], de Leitão de Barros

Cinema POrtuguês: Chaimite [1953], de Jorge Brum do Canto

Cinema Português: O Miúdo da Bica (1963) , de Constantino Esteves

WAGNER em soundtrack de filmes - IMBD

Eis uma lista excelente com soundtrack's que incluem música de Richard Wagner...

http://www.imdb.com/name/nm0003471/

Barcelona Wagneriana...

 Os wagnerianos da Catalunha são um must.Não percam este documentário delicioso e apaixonado... Pergunta-se:
«Per què ens sentim fascinats per "Lohengrin", per "Parsifal", per "Tannhäuser"...? Per què els catalans tenim devoció per Wagner? Un viatge al passat per descobrir les pistes wagnerianes que s'amaguen per tot Barcelona, des del passeig de Gràcia fins al Palau de la Música, perquè encara avui Barcelona és la segona capital de Wagner després de Bayreuth. El bus turístic fa la ruta blava, la ruta vermella... Nosaltres us proposem la ruta Wagner...»
E é isto, uma rota wagneriana por Barcelona, aliás, Wagnenona, diz-se no programa...

Uma imagem do programa Wagner e els Catalans...
Eis o link:
http://www.tv3.cat/videos/4558251/Wagner-i-els-catalans

Um elogio ao blog Likely Impossibilities...

Este blog é verdadeiramente fantástico. Eis um excerto de considerações acerca da última produção do Parsifal (2013),  no Met.
«The most enthralling section of Met’s new production of Parsifal is a portion that, in most productions, is the most dreaded: the first two-thirds of Act 3. Too often it's a bore, but here it’s hypnotic, sinking the audience deeply into the ritualistic and the very slow, from the music to the movements onstage. It is drama like this--grave and mysterious--that this production does best.»

É uma imagem que realmente persiste na nossa memória, a de Jonas Kaufmann na última produção de Parsifal, no Met

Divulgação: Likely Impossibilities: Parsifal and religion: a conversation

 Mais um super blog, onde se fala de Richard Wagner...
Likely Impossibilities: Parsifal and religion: a conversation: I went to the final performance of Parsifal at the Met last Friday night, in the company of an old friend and great Wagnerian who also ha...

sábado, 24 de agosto de 2013

Anedotas de Wagner


Anedotas de Wagner


Wagner na Cultura e na Pintura

Caricaturas do mestre...

Cinema Português: O Cerco (Antonio da Cunha Telles),1970


Mais um grande filme português. Cada vez gosto mais de António da Cunha Telles...

Cinema Português: Inês de Castro, de Leitão de Barros (1945) - excerto 3


Continuamos com Leitão de Barros. Eu passo-me com a reconstituição da História...
Still presenting excerpts from the portuguese director Leitão de Barros. The excerpt is from the movie Inês de Castro, an historical drama produced in 1945. I really love this...

Cinema Português: Inês de Castro, de Leitão de Barros (1945) - excerto 2


A entronização da rainha.... rainha depois de morta. O fantasma da m
Sublime, a rainha depois de morta, uma entronização da mãe. Uma coisa psicanalítica...

Cinema Português: Inês de Castro, de Leitão de Barros (1945) - excerto


Outro filme supremo, aqui só fica um excerto. Esperamos pelo restauro....

Cinema Português: Vale Abraão, de Manoel de Oliveira (1993)


Sublime.

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Cinema Português: Passagem por Lisboa (1994), de Eduardo Geada


Gosto muito do cinema português. Adoro este final espantoso do filme Passagem por Lisboa (1194) do realizador português Eduardo Geada, com um ambiente sedutor, uma fotografia deslumbrante, e a música de Mário Laginha...
( infelizmente o final é cortado, porque no filme continuamos a ouvir a música fabulosa ao longo da ficha técnica...)  Segue o link sobre o filme, em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Passagem_por_Lisboa 

Richard Wagner e o Budismo


Esta lecture é realmente muito inovadora. Há, afinal  , um lado mais light na parafernália wagneriana...

Um documentário: Wagner et le Nazisme


Mais um interessante documentário, desta vez sobre a relação do mestre com o Nazismo, um tema recorrente...

Richard Wagner: um Documentário


Mais um documentário interessante sobre Richard Wagner. Felizmente, abundam no YOU TUBE.

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Wagner e Veneza - (vintage narrative documentary)

Richard Wagner and John Boorman - Excalibur

Richard Wagner e Luis Buñuel - Abismos de Paixão (1954)

Richard Wagner num filme de João de César Monteiro - A Comédia de Deus

A Richard Wagner playlist

Richard Wagner: Um pequeno documentário/ A Short Doc

"SILENT WAGNER" (The complete 1913 RARE biographical film)


Uma raridade de 1913...

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Fotos da produção de Samson and Delilah (1949), de Cecil B. DeMille

DeMille: Manslaughter (1922)


Mais uma preciosidade de DeMille: Manslaughter (1922)

Cecil B DeMille : MADAM SATAN (1930) - sequências


Adoro esta pérola de DeMille: Madame Satan (1930). É um filme riquíssimo...

DeMille: A obra prima de 1915 - "The Cheat" (1915)

DeMille: Why Change Your Wife? (1920)


O filme completo de Cecil B. DeMille Why Change your Wife (1920)

DeMille: o trailer original de Cleópatra em 1934

Entrevista com Gloria Swanson...

Cecil B. De Mille: MALE AND FEMALE (1919)


Finalmente, o link com o filme completo. Uma pérola de 1919, um filme interessantíssimo de Cecil B. De Mille: Male and Female (1919)

domingo, 18 de agosto de 2013

Wagner na Cultura



Divulgo. O wagnerismo não conhece tempo nem espaço...

Encenações de Wagner: Castorf em Bayreuth 2013

Siegfried, Bayreuth 2013, encenação de Castorf


Pois parece ser verdade que Castorf se transformou no último vilão de Bayreuth...

http://www.theguardian.com/music/musicblog/2013/aug/02/frank-castorf-bayreuth-ring-cycle?INTCMP=ILCNETTXT3487

A Wagnerian Link...


A very interesting group in FACEBOOK.
Richard Wagner (1813-1883)
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=352835151494120&set=gm.227793044028558&type=1&theater

LINKS Wagnerianos

Divulgo mais um link para wagnerianos. A Catalunha é que sabe...  são uns verdadeiros adoradores do mestre.
Contrapunt wagnerià - Catalunya Ràdio

WWW - Wagner World Wide - Um Canal no YOUTUBE

 Eis um canal a divulgar: o Wagner World Wide.

http://www.youtube.com/channel/UCVNWerUnEVMq1F9DzXOqATg 

Wagnerismo em Wagner World Wide


Conferência muito curiosa. Os wagnerismos e os anti-wagnerismos são o tema de que se fala....

Deutsche Welle - Wagnerismo em S.- Petersburg, Rússia


A Deutsche Welle a divulgar a cultura wagneriana, aqui na versão espenhola. Fala-se de wagnerianos em S. Petersburg, Rússia. Muito interessante...

sábado, 17 de agosto de 2013

"WAGNER - THE COMPLETE EPIC" (as seen on TV) by Tony Palmer w/RICHARD BU...

Journal Interview entrevista Katharina WAgner

Richard Wagner Festival 2013

GALA do ANIVERSÁRIO do nascimento de Wagner - BAYREUTH 2013



 Viva o YOU TUBE! Os bons concertos chovem...
Eis mais um, este ainda não tem um mês, e ocorreu em Bayreuth...

O Concerto em Verbier 2013- VERDI e WAGNER - Julho 2013

BBC Proms - Barenboim fala sobre Richard Wagner - Não pode separar-se o compositor e a sua música do ser humano...



WAGNER nos PROMS - 2013

Wagner em grande nos PROMS




As emoções ao rubro com Barenboim a dirigir O Crepúsculo dos Deuses...

« Emotions often run high, for various reasons, where the music of Richard Wagner is concerned. But in the Royal Albert Hall last night, as the mighty tetralogy The Ring of the Nibelung, given in its entirety for the first time at the Proms, drew to its sublime close, there was an excitement in the air that I have not witnessed in many decades of Prom going.»

Leiam o artigo em:

http://www.standard.co.uk/goingout/music/wagner-barenboim-and-an-extraordinary-week-at-the-proms-8736267.html

Steven Spielberg sobre Cecil B. DeMille




Steven Spielberg, em 2009, sobre Cecil B. DeMille:

DeMille artifacts unveiled at Dunes Center

DeMille artifacts unveiled at Dunes Center

Um Wall no facebook dedicado a DeMille.

Eis um Wall no Facebook dedicado a DeMille.
A seguir:

https://www.facebook.com/demillemovie