segunda-feira, 30 de maio de 2011

A rua onde Wagner nasceu: Brühl, em Leipzig

Brühl, Leipzig, 1906.

Em 1813, foi no Brühl, n.º3, que Wagner nasceu .

Bayreuth 1876: imagem das filhas do Reno

Primeira produção de Bayreuth do Anel do Nibelungo, 1876
Lehmann, Lilli (1913). Mein Weg'. Leipzig, p. 279-280

                             Online version: Zenodot Kulturgeschichte (Lilli Lehmann Bildteil
                                  http://en.wikipedia.org/wiki/File:1876Rhinemaidens.jpg

Wagnerianos em Inglaterra

A Inglaterra tem fama de ser uma terra de excêntricos. Se lerem este artigo, o assunto confirma-se de uma vez por todas.

From Times Online April 30, 2010


The great British eccentrics and the Ring - Anybody got a spare £1 million to help the Grahams realise their dream — Wagner’s Ring staged in their back garden? Artigo de Richard Morrison
http://www.timesonline.co.uk/tol/comment/columnists/richard_morrison/article7111465.ece

Lugares de Wagner

As últimas novidades do programa do Ravello Festival 2011, um festival de música que tem Richard Wagner como patrono.
Este ano o programa é fabuloso como costuma sempre ser.

http://www.ravellofestival.com/

domingo, 29 de maio de 2011

DeMille: Why Change Your Wife? (1920)

No filme «Why Change Your Wife?», DeMille aborda a questão do casamento norte-americano em registo de comédia, e Gloria Swanson desenvolvia aptidões já reveladas em Male and Female (1919).

DeMille: Joan The Woman (1916-17)



O primeiro filme histórico assumido de DeMille foi uma incursão na denominada Idade Média, com o filme Joan the Woman, de 1916-7 que, de facto, inaugurou a fórmula de DeMille para os filmes históricos, segundo o próprio afirmou na sua autobiografia.

Wagner e Verdi

Um interessantíssimo vídeo sobre Verdi e Wagner no New York Times.
http://video.nytimes.com/video/2011/01/16/arts/1248069334764/verdi-and-wagner.html

sábado, 28 de maio de 2011

valkirio: Die Walküre at the Met - V

valkirio: Die Walküre at the Met - V: "Como não voltar ao assunto quando alguém disponibilizou, resta saber até quando, uma série de excertos d' A Valquíria de Lepage? "

Vão até lá, os vídeos são excelentes.

DeMille: The Arab (1915)

1924, Edgar Selwyn, The Arab,  VINTAGE Movie PHOTO
The Arab (1915), filme de aventuras realizado por Cecil B. DeMille.

DeMille: Carmen (1915)



Aqui a temos: Geraldine Farrar, a grande cantora lírica do Metropolitan, no filme Carmen (1915), de Cecil B. DeMille.

Great Composers : 4 - Wagner, Richard



Provavelmente já viram, mas aqui fica este documentário da BBC sobre Richard Wagner ( o post apareceu no The Wagnerian, mas aproveito-o! Thanks, Wagnerian!

sexta-feira, 27 de maio de 2011

DeMille: THE VIRGINIAN 1914



Em The Virginian(1914), DeMille apurou o seu sentido de intertextualidade , uma vez que o filme se acrescentava a uma larga tradição cultural existente, uma peça teatral importante para a mitologia do Oeste, escrita por Owen Wister (1860-1938), que circulava em edição ilustrada por Frederic Remington (1861-1909).

2011-2012 - Temporada no MET

Aqui fica o link para o vídeo da temporada do MET 2011-2012 - HD.

http://www.metoperafamily.org/metopera/broadcast/hd_events_template.aspx?id=15114

DeMille: THE SQUAW MAN (1914)



Uma experiência de 1914: The Squaw Man, de Cecil B. DeMille.

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Die Walküre no Met: os comentários continuam

Mais um artigo crítico sobre Die Walküre, no Met, publicado em La SCENA MUSICALE, da autoria de Paul E. Robinson.

http://blog.scena.org/2011/05/die-walkure-battles-machine.html

Num excerto, diz-nos o autor:
«While opera fans are notoriously old-fashioned when it comes to stage directors bringing overarching new ideas to their favourite works, it is clear that if opera is going to have any future, it must be open to creative re-thinking».
 Vale a pena ler.

Die Walküre ( A Valquíria), em cenário original


                                          Bühnenbildentwurf von Josef Hoffmann (1876)

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Samson and Delilah, 1949, Cecil B. DeMille



Momentos de Sansão e Dalila. O cabelo já lhes cresceu, tanto a ela como a ele.
Adoro as excentricidades de DeMille...

DeMille, Fredric March, Claudette Colbert e Charles Laughton

E este sensual poster espanhol para The Sign of the Cross, um dos filmes mais interessantes do realizador, com Fredric March, Claudette Colbert,  e Charles Laughton ?

DeMille, Victor Mature e Hedy Lamarr

Belíssimo poster de Samson and Delilah (1949), Cecil B. DeMille, com Hedy Lamarr e Victor Mature.

Há lá par mais emblemático no cinema? Claro que há, mas estes dois funcionaram muito bem na tela...

DeMille e o filme de aventuras

E aqui fica o belíssimo e selvagem cartaz do filme...

DeMille, John Wayne, S. Hayward, Ray Milland e Paulette Godard

Hoje regresso a Cecil, já faz tempo que só me ocupo de Richard Wagner, e isto assim não pode ser...
Este é um filme extraordinário com John Wayne e Susan Hayward.: Reap the Wild Wind, de 1942, da Paramount.


O filme é dirigido por Cecil B. DeMille e os outros actores principais são Ray Milland e Paulette Goddard. John Wayne e Susan eram apenas coadjuvantes mas no relançamento do filme, lá pelos anos cinquenta, John já era John Wayne e Susan já era Susan Hayward, para que não haja confusões. Os nomes em destaque nos cartazes, claro, eram os deles. O filme é de 1942 e, como sempre, DeMille não deixou os efeitos especiais por mãos alheias... há uma cena fantástica com um polvo gigante muito interessante de rever, agora que estamos em época de piratarias em versão 4...

Os Mestres Cantores de Nuremberga em Glyndebourne

Dois links sobre Glyndebourne
«An Introduction to Wagner's Die Meistersinger von Nürnberg»


by Glyndebourne
Uma comunicação muito interessante sobre Os Mestres Cantores de Nuremberga, pelo Professor Julian Johnson of Royal Holloway, University of London.
http://vimeo.com/24069245

e
«Stephen Fry on Die Meistersinger von Nürnberg»


by Glyndebourne
http://vimeo.com/24047912

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Ars Super Omnia: Andrew Richards no São Carlos

Já que se aproxima final da temporada de São Carlos, nada como seguir o blog de Andrew Richards, o tenor que vai fazer o papel de Don José na Carmen. Agradeço ao blog do Valquirio por partilhar a nota.

Opera Rocks: On the Street Where I Live

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Wagner no Glyndebourne Festival 2011



Notícias de Glyndebourne - 2011, com uma grande produção de Os Mestres Cantores de Nuremberga.

Novidades Bibliográficas sobre Wagner - III

Não li, mas as referências parecem ser muito boas.

http://www.ucpress.edu/book.php?isbn=9780520254534

John Deathridge presents a different and critical view of Richard Wagner based on recent research (...) about this most controversial of composers in the canon of Western music. Deathridge writes authoritatively on what Wagner did, said, and wrote, drawing from abundant material already well known but also from less familiar sources, including hitherto seldom discussed letters and diaries and previously unpublished musical sketches. At the same time, Deathridge suggests that a true estimation of Wagner does not lie in an all too easy condemnation of his many provocative actions and ideas. Rather, it is to be found in the questions about the modern world and our place in it posed by the best of his stage works, among them Tristan und Isolde and Der Ring des Nibelungen. Controversy about Wagner is unlikely to go away, but rather than taking the line of least resistance by regarding him blandly as a "classic" in the Western art tradition, Deathridge suggests that we need to confront the debates that have raged about him and reach beyond them, toward a fresh and engaging assessment of what he ultimately achieved.

Lugares de Wagner

Um endereço muito útil, além de ser uma página muito bem conseguida.
Aqui se podem ver, num mapa interactivo, diversos lugares de Wagner.
http://www.wagnermania.com/wagnermaps/

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Encenações de Parsifal

Cenário para a cena do Graal, Parsifal, Richard Wagner (1813-1883). Aguarela; Século XIX.


                                            Wagner Museum, Bayreuth, Germany

Wagner no Cinema



É uma paródia que nenhum wagneriano pode levar a mal...
Richard Wagner e as suas óperas com POLA NEGRI (1943) em "Hi Diddle Diddle", de Andrew L. Stone.

Um link para wagnerianos

Para passar uma tarde com o mestre, enquanto trabalhamos no computador...

http://www.youtube.com/watch?v=J-qoaioG2UA&feature=artist&playnext=1&list=AVosme4KCrHqofVz7gehfjC8iU2Z0sGa8H

                      Tannhäuser, Aguarela de Michael Echter (1812-1879, pintor de Munique que realizou diversas aguarelas por encomenda sobre temas wagnerianos, para o rei Luís da Baviera)

Heróis e heroinas wagnerianas

Siegmund, Albert Niemann

Sobre os heróis e heroinas wagnerianas há muito a dizer.
Veja-se, por exemplo, o interessante artigo, num site belga,  dedicado a Wagner, o The Wagner Library, http://users.belgacom.net/wagnerlibrary/ .

Some of Wagner's Heroes and Heroines,
William F. Apthorp.

http://users.belgacom.net/wagnerlibrary/articles/scrib0503.htm

terça-feira, 17 de maio de 2011

Richard Wagner nas novidades bibliográficas II

http://www.abe.pl/html/samples/b/0691114978.pdf
O endereço é o de um capítulo de uma obra sobre Richard Wagner, de Dieter Borchmeyer.

Drama and the World of Richard Wagner
Translated by Daphne Ellis

Chapter 1


LOVE'S MADNESS, FAIRY-TALE ENCHANTMENT, AND A SICILIAN CARNIVAL
DIE HOCHZEIT, DIE FEEN, AND DAS LIEBESVERBOT


We must seize our chance and honestly seek to cultivate the age's new forms, and he will be its master who writes in neither an Italian nor a French--nor even in a German--style.


--Richard Wagner, "German Opera" (1834)
 

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Richard Wagner nas novidades bibliográficas I

Novidades bibliográficas
De Nila Parly:
Vocal Victories: Wagner's Female Characters from Senta to Kundry

«Vocal Victories is the first musicological comparison of all of Richard Wagner's great female characters, from Senta in The Flying Dutchman to Kundry in Parsifal. It has long been customary to view these and other opera heroines as victims, because these women, as a rule, perish during the plot of the opera. A closer study of the music of the women - their singing and the orchestral voices that surround them - reveals, however, that it is in the female characters that the new and groundbreaking musical material comes into being, and that the women are far more in command of the development of the works. Vocal Victories claims that Wagner was far ahead of his time in terms of equality between the sexes, and the musicological analyses are supported by quotations from the composer's own writings, so that a picture of Wagner as a radical critic of the oppressive patriarchal society emerges clearly and unmistakably. The feminist approach to the material also provides an opportunity for new aesthetical and musical readings of the works - readings which have been characterized as breaking new ground in Wagnerian research.»

domingo, 15 de maio de 2011

Valencia: a Bayreuth do Mediterrâneo

A noticia é da revista on-line wagnermania
http://www.wagnermania.com/noticias/noticias.asp?id=051103
El Anillo del Nibelungo que pudo verse hace unas temporadas en Valencia está convirtiéndose poco a poco en una de las referencias de los últimos años. Prueba de ella es la buena acogida por la crítica internacional y los numerosos galardones que ha recibido.

El último de ellos se lo ha llevado en los Premios Internacionales de Música Clásica (ICMA), donde ha sido considerada la mejor grabación en DVD del año, destacando la “concepción escénica de Carlos Padrisa, el excelente reparto y la fabulosa orquesta que consiguen una representación inolvidable”. El jurado del premio está formado por críticos musicales de más de diez países europeos.
La crítica fue unánime en su momento, y ya hablaban del “Bayreuth del Mediterráneo” para referirse al Palau valenciano, o de uno de los Anillos mejor cantados de los últimos tiempos, según el británico Sunday Times. Mientras, para el diario alemán Die Zeit marcaba el camino que ha de seguir el teatro musical en el futuro.
La obra, que ya ha podido ser vista en Valencia y en Florencia, podrá verse también en el nuevo teatro de ópera de Osaka, en Japón, que inaugurará su nuevo edificio en 2013 con dos ciclos de la Tetralogía valenciana, coincidiendo con el bicentenario del nacimiento de Wagner.

terça-feira, 10 de maio de 2011

Temas musicais em Richard Wagner

O  tema do herói, Siegfried,em O Anel do Nibelungo... tema simples, enunciado no compasso de 6/8, muitíssimo bem ritmado e forte...

Richard Wagner nos blogs

Dos blogs dedicados a Richard Wagner, o http://www.wagneropera.net/Operas/Intro-Parsifal.htm é um dos mais interessantes.
Visitem-no.

Richard Wagner nos selos

É um blog muito interessante com selos sobre Richard Wagner. O mestre chegou longe... se visitarem o blog, verão que há selos das mais distintas paragens...
http://wagnerstamps.blogspot.com/

Wagner - selo comemorativo


Um selo comemorativo. Bonito, hem?

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Tristan und Isolde no Carnegie Hall com Leonard Bernstein


Em Tristão e Isolda (1865), Wagner atingiu fronteiras da harmonia cromática, apontando, de certa forma, o caminho para a sistematização da atonalidade de Arnold Schoenberg. Esta história, a quintessência do romantismo, reflete a susceptibilidade do compositor às idéias filosóficas de Schopenhauer e aos encantos da poetisa Mathilde Wesendock.«Tristão e Isolda», uma das obras mais emblemáticas de Richard Wagner e um dos principais marcos na história da música, estreou no ano de 1865, em Munique, Alemanha, sob a direcção de Hans Von Bulow. A música obedece a uma estrutura surpreendente que, através de um cromatismo muito vincado, dá expressão admirável a uma gama de sentimentos: paixão, ternura, dor. Aqui fica um extraordinário excerto de uma não menos extraordinária interpretação: Ramon Vinay e Martha Modl nos papéis principais.